Nutrição Funcional

Foto N.Funcional.jpgA Nutrição Funcional considera a interação entre todos os sistemas do corpo, incluindo as relações bioquímicas, metabólicas e aspectos emocionais permitindo uma análise completa do individuo através do rastreamento de sintomas, sinais e características de cada paciente e os relaciona com a carência ou excesso dos nutrientes.

Estes desequilíbrios nutricionais devem ser corrigidos pois geram sobrecarga no sistema imunológico e desencadeiam “processos alérgicos” tardios, os quais acabam por provocar doenças sérias ou alterações orgânicas tais como:

Desordens Comportamentais E Neurológicos
Alterações Comportamentais: mau humor, ansiedade, irritabilidade e agressividade;
Déficit de concentração;
Baixa performance física;
Déficit de memória;
Dores de cabeça e enxaquecas;

Desordens Ginecológicos
Alívio da TPM e sintomas da menopausa;
Síndrome dos ovários policísticos;
Endometriose;

Disfunções
Disfunções de sono: insônia, despertares noturnos,
Disfunções Digestivas: cólon irritável, doença de Chron, colites, desequilíbrios na microbiota intestinal, constipação e diarréias;
Disfunções do sistema respiratório: rinite, sinusite, asma e bronquite;
Disfunções Gástricas: aftas, mal hálito, refluxo, azia, má digestão e gastrites;
Disfunções Imunológicas: alergias alimentares, baixa imunidade, doenças auto imunes;
Disfunções Metabólicas: sobrepeso, obesidade, hipertensão, aumento do colesterol, triglicerídeos, diabetes e resistência insulínica;
Disfunções alérgicas/energéticas: fibromialgia, artrose, artrite, dores musculares e síndrome da fadiga crônica.
Disfunções de tireóide;
Osteopenia e osteoporose.

A Nutrição Funcional – no Brasil desde 1999 – conta com o respaldo científico do The Institute For Functional Medicine (EUA) e da Sociedade Brasileira de Nutrição Funcional (SBNF).

Para saber mais:
http://www.vponline.com.br
http://www.sbnf.com.br
http://www.funcional.ntr.br
http://www.functionalmedice.org